Álvares Machado, SP -

Apresentação da lição em power point

Mais apresentações em:http://www.slideshare.net/ailtonsilva2000/presentations

segunda-feira, 27 de abril de 2015

domingo, 26 de abril de 2015

A multiplicação necessária e transformação desnecessária


Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa:

Deus multiplicou o azeite para esta finalidade:
"Vai, VENDE o azeite, e PAGA a tua dívida; e tu e teus filhos VIVEI do resto".(2 Rs 4.7)

Deus não transformou pedras em pães, não havia necessidade:
"Se tu és o Filho de Deus, dize a estas pedras que se transforme em pão" 
PARA QUE? 
  • PARA VENDER?
  • PARA LUCRAR?
  • PARA PAGAR DÍVIDAS? 
  • PARA VIVER DO RESTO?

Por: Ailton da Silva - 5 anos (Ide por todo mundo)

quinta-feira, 23 de abril de 2015

quarta-feira, 22 de abril de 2015

terça-feira, 21 de abril de 2015

Uma moderna ilustração


Um certo filósofo, um sábio deste século, que, preocupado em provar que Deus não existe, decidiu procurar a maior inteligência existente na face da Terra. Então ele se dirigiu ao Centro de Informática do Pentágono, que é o Ministério da Defesa do governo americano. Lá, ele perguntou ao mais poderoso computador de última geração: Deus existe?

O computador demorou um longo tempo consultando seus vastos arquivos e, finalmente, respondeu que mesmo sendo o mais avançado cérebro eletrônico do mundo, toda sua memória era insuficiente para dar uma resposta satisfatória a uma pergunta de tal magnitude.

Então, o filósofo procurou os técnicos do Pentágono e explicou-lhes a sua situação. Imediatamente, eles começaram a trabalhar num projeto que pudesse unir todos os computadores de todas as universidades e faculdades do mundo ao computador do Pentágono.

E assim foi feito. Todos os computadores de todas as faculdades e universidades do mundo foram interligados. Depois disso, veio novamente o filósofo indagar ao supercomputador do Pentágono: Deus existe?

A resposta demorou um pouco e o supercomputador respondeu que os dados ainda eram insuficientes para solucionar uma questão tão complexa e relevante.

Os cientistas do Pentágono decidiram então interligar aquele supercomputador a todos os computadores de todas as empresas e pessoas do mundo, formado assim uma gigantesca rede mundial de informação. E assim fizeram. Veio novamente o filósofo e perguntou ao hiper-computador: Deus existe? E, numa fração de segundo, o hiper-computador respondeu: 

SIM, AGORA EXISTE!

Por: Ailton da Silva - 5 anos (Ide por todo mundo)

38) Zacarias (“Jeová se lembra”):


Para quem foi escrito este livro?     
Para os judeus que voltaram do exílio.

Por quem foi escrito (autor)?  
Zacarias.

Em qual momento histórico?
Quando o Templo estava sendo reconstruindo.

Por que este livro foi escrito? 
Porque, devido à forte oposição externa e aos problemas internos, o povo andava sem esperança quanto ao futuro.

Para quê este livro foi escrito?        
Para garantir ao povo que o seu futuro está nas mãos de Deus, cuja presença trará paz e prosperidade a Israel.

Obs: Material extraído do DVD "Mega Coletânea Bíblica - 10.000 artigos". Não tem citação da fonte, mas se alguém conhecer, ficarei grato e mencionarei.

Por: Ailton da Silva - 5 anos (Ide por todo mundo)

segunda-feira, 20 de abril de 2015

sexta-feira, 17 de abril de 2015

quarta-feira, 15 de abril de 2015

As velhas e boas ilustrações


LEI DA GRAVIDADE
Quando entro em um avião, estou livre da lei da gravidade. A lei mais alta que opera para levantar o aparelho acima das nuvens me segura no colo e anula a outra lei (da gravidade). A lei da gravidade não se destruiu mais foi tornada sem efeito.
  
O TOURO E A FORÇA: Você não sabe a força que tem.
Um homem foi a uma tourada. No final da apresentação resolveu olhar os touros mais de perto, dirigiu-se então para o local onde eles estavam presos. Ao se aproximar de um touro percebeu que ele estava preso por uma corda muito fina e, que facilmente poderia ser rompida pelo touro.

Naquele momento, pensou o homem, se o touro arrebentar esta corda com certeza ele irá me atacar, desesperado ele procurou se retirar do lugar. Quando saía rapidamente encontrou um senhor que cuidava dos touros.

- O que houve meu jovem?
- Este touro está preso por uma fina corda e se fugir irá nos matar.
- Calma meu jovem, o touro não arrebenta a corda porque ele não sabe a força que tem.

RITUAL DE PASSAGEM: Sozinho, mas acompanhado.
Lembre-se que Deus está com você em todo momento, mesmo que não o veja. Há uma história sobre um jovem índio que teve que passar por um ritual antes que pudesse entrar na idade adulta. Ele precisava provar à comunidade que era bravo e podia sobreviver aos perigos do mundo.

Para isso, ele teve que ir a floresta e passar uma noite sozinho. Não pôde levar nada consigo a não ser uma faca para proteção. Durante toda a noite ele ouviu ruídos estranhos e esperou pelo pior. Mais tarde, o jovem garoto descobriu que seu pai estava bem perto dele a noite inteira, tomando conta dele.
  
O JOVEM AGRICULTOR: COISAS CERTAS NA HORA ERRADA.
Era uma vez um jovem agricultor que tinha uma namorada muito bonita. Ele tinha tudo para ser feliz, no entanto, era triste. Isto chamou a atenção de um velho amigo da família que, procurando ajudar, perguntou como ele procedia no seu dia a dia.

“De manhã bem cedo”, respondeu o rapaz, “passo passo para ver minha namorada e depois vou ao campo fiscalizar as atividades dos meus trabalhadores. Mas, ultimamente, a namorada não me parece tão bonita como era e a plantação anda meio sem viço e sem verdor”. “Então faz assim”, aconselhou o amigo experiente, “quando você levantar, primeiro visite seus campos, e só então, na volta, passe para ver sua namorada”.

Algum tempo mais tarde os dois amigos voltaram a se encontrar. Agora o rapaz estava alegre e satisfeito, e o amigo notando, explicou: “Você não cometia nenhum engano, mas havia um problema. Fazia a coisa certa na hora errada! Porque cedo, a namorada ainda estava sonolenta, os olhos ainda estavam meio fechados e sem brilho, não havia se penteado como devia, nem tinha tempo de colocar um perfume. Da mesma forma, com o sol alto as plantações ficam mesmo caídas, pois já perderam o frescor do orvalho da madrugada que lhes fazem bonitas e viçosas”.

OS CEMITÉRIOS ESTÃO CHEIOS.
  • Os cemitérios estão cheios de sonhos que nunca se realizaram,
  • canções que nunca foram escritas,
  • pinturas que nunca encheram uma tela,
  • idéias que nunca foram compartilhadas,
  • visões que nunca se tornaram realidade,
  • invenções que nunca foram criadas,
  • planos que nunca passaram da “prancheta” mental
  • propósitos que nunca foram realizados.


O MISSIONÁRIO

Stanley Jones da Índia, relata que uma noite, bem tarde, foi procurado por dois homens, mal vestidos, sujos e que pediam por comida e abrigo. Aqueles homens interrogaram-no a cerca do Cristianismo. O missionário teve uma surpresa no outro dia quando os dois homens retornaram com trajes de príncipes. O que vocês estão fazendo com esta roupa? Vocês não são os mendigos de ontem? Eles disseram que gostariam de Ter certeza de que tudo o que dizem de do Cristianismo era verdade.

Por: Ailton da Silva - 5 anos (Ide por todo mundo)

37) Ageu (“festivo”):


Para quem foi escrito este livro?     
Para os judeus que voltaram do exílio.

Por quem foi escrito (autor)?  
Ageu.

Em qual momento histórico?   
Quando o Templo estava sendo reconstruindo.

Por que este livro foi escrito? 
Porque o povo de Deus interrompeu a reconstrução do Templo por mais de 15 anos devido à oposição externa e desencorajamentos internos (essa interrupção revelava, na verdade, uma indiferença para com a preciosa presença de Deus).

Para quê este livro foi escrito?        
Para trazer ao povo a esperança de que Deus renovaria as promessas da sua aliança com Israel quando o trouxe de volta do cativeiro da Babilônia (e a reconstrução do Templo era parte importante dessa renovação).

Obs: Material extraído do DVD "Mega Coletânea Bíblica - 10.000 artigos". Não tem citação da fonte, mas se alguém conhecer, ficarei grato e mencionarei.

Por: Ailton da Silva - 5 anos (Ide por todo mundo)

segunda-feira, 13 de abril de 2015